A Equipe

Natalie Gerhardt

Natalie Gerhardt

Natalie Gerhardt

Amante de livros desde criança, resolveu transformar sua paixão em profissão.

Formou-se em Letras Português-Inglês com Habilitação em Tradução pela PUC-Rio e atua no mercado editorial há mais de 15 anos.

A primeira oportunidade profissional foi a tradução de um livro de Fisiologia para a Editora Guanabara Koogan, onde, dez anos mais tarde, se tornaria Editora Executiva de Projetos Especiais.

Trabalhou por um ano como tradutora para a Bowne Global Solutions, uma empresa de localização, e como tradutora freelance para algumas editoras de medicina.

Em 2000, começou a trabalhar na Editora Campus que, mais tarde, se tornaria a Elsevier no Brasil. Um novo mundo se descortinou diante de si: entrar nos bastidores do livro, aprender todos os processos envolvidos na sua produção, conhecer autores, tradutores, copidesques, capistas, revisores, produtores gráficos. Magia pura. Foram seis anos de muito aprendizado, trabalho árduo e reconhecimento. Começou como Assistente Editorial, sendo rapidamente promovida a Coordenadora Editorial e, posteriormente, a Supervisora Editorial, sendo responsável pela edição de mais de 400 livros de informática e livros-texto universitários no período em que lá trabalhou.

Em 2006, voltou à vida de freelance e traduziu vários romances para o Grupo Editorial Record, empresa para qual presta serviços até os dias de hoje.

Costuma dizer que é uma eterna insatisfeita, quando está no mundo corporativo, quer a liberdade e a flexibilidade de trabalhar por conta própria; quando está trabalhando como freelance, sente falta da pressão e dos desafios de trabalhar em uma empresa.

Assim, em 2007, depois de um longo processo seletivo, é contratada como Tradutora Sênior da PwC, empresa de auditoria e consultoria líder de mercado. Em paralelo, continuava o seu trabalho como tradutora freelance para Record e Rocco.

Em 2009, surge uma oportunidade de voltar a trabalhar em uma editora, dessa vez, no GEN | Grupo Editorial Nacional. Começou editando livros universitários para uma faculdade de ensino a distância e, depois, livros de educação médica continuada para a indústria farmacêutica. Assim, ela deu início ao departamento de Projetos Especiais, o qual gerenciou até o início de 2014, tendo publicado mais de 300 projetos, entre livros, separatas e revistas médicas.

Sempre em busca de novos desafios, decidiu, mais uma vez, partir para o voo solo. Dessa vez, porém, procurou unir a vida de freelance ao mundo corporativo, fundando a Calliope Soluções Editoriais.

Para conhecer mais detalhes dessa profissional, visite o seu perfil no Linked-In ou veja o seu currículo completo aqui.

 

Michele Gerhardt MacCulloch

Michele Gerhardt MacCulloch

Michele Gerhardt MacCulloch

O meu gosto pela leitura começou na adolescência, mas trabalhar com livros e textos não foi a minha primeira opção de carreira. Após fazer o antigo curso Normal, eu me apaixonei por educação, me formei em Pedagogia e, depois, fiz pós-graduação em Psicopedagogia. Dediquei dez anos da minha vida à educação Lecionei para turmas de educação infantil, ensino fundamental 1 e 2 e ensino médio. Eu realmente amava o que fazia.

No entanto, a vida acabou me levando para outro caminho. A minha irmã, e agora sócia, Natalie Gerhardt, me apresentou ao mercado editorial e me ensinou o trabalho de copidesque e revisão. No começo, consegui conciliar as duas carreiras. Mas fui tomando gosto pelo trabalho e, em 2003, resolvi me dedicar em tempo integral aos livros.

Mas sentia que faltava alguma coisa. Em 2004, decidi que queria ser tradutora e procurei o curso de extensão em tradução da PUC-Rio e me encontrei.

Logo descobri a área com a qual me identificava mais: a tradução literária, principalmente de literatura comercial. Consegui entrar e me estabelecer nesse mercado. Quando dei por mim, estava traduzindo autores sobre os quais eu passara a minha infância e adolescência ouvindo minha mãe e minha tia (leitoras vorazes) falarem, e os quais eu também comecei a ler ainda na adolescência: Danielle Steel, Sidney Sheldon, Harold Robbins, Barbara Taylor Bradford, John Grisham, para citar alguns.

Em 2009, fui contratada como tradutora sênior da PwC, famosa multinacional da área de auditoria e consultoria, onde trabalhei por quase três anos. Assim, além de traduções literárias, também tenho expertise na versão e na tradução de documentos, demonstrações financeiras, propostas comerciais etc.

Em 2013, decidi voltar à vida de freelance, retomando antigos clientes e conquistando novos, tanto no mercado editorial como no setor financeiro.

Em 2014, a minha irmã me procurou com uma proposta arrojada e desafiadora: abrir a nossa empresa, a Calliope Soluções Editoriais. Aceitei e, agora, junto com o nosso irmão caçula e designer, Victor Gerhardt, queremos conquistar um espaço no mercado editorial, tendo como principal objetivo a busca pela excelência e qualidade nos serviços que oferecemos.

 

Victor Gerhardt

Victor Gerhardt

Victor Gerhardt

Para começar, sou o que podem chamar de nerd. Além dos hobbies de que todo nerd gosta, como jogar RPG e video game, desde a minha adolescência nutro um grande amor pela leitura. E não tem jeito, meus gêneros favoritos sempre serão a fantasia e a ficção científica. Sou tão nerd que sou um dos fundadores de um site dedicado somente a essa cultura, chamado Nerdice.

Apesar do gosto pela leitura, meu trabalho nos últimos dez anos foi como designer. Trabalhei muito tempo em uma fábrica de embalagens desenvolvendo artes para mais de trezentos clientes. Até hoje, prefiro trabalhar como freelance no conforto do meu lar, mas já trabalhei em uma escola de design e em uma agência de comunicação.

Comecei a trabalhar no universo editorial como ilustrador de um livro infantil e, logo depois, dei início ao meu trabalho como capista. Já tenho cerca de dez capas aprovadas e publicadas.

Como sócio da Calliope Soluções Editoriais a minha responsabilidade  é o desenvolvimento de layouts de capa e de miolo e diagramação de livros, além do gerenciamento do site e das mídias sociais da empresa.

 

 

Desenvolvido por Visana Comunicação